quarta-feira, 3 de novembro de 2010

PROJETO DE REFORMA DO ESTATUTO SOCIAL DO MAC

Considerando que o Estatuto Social é a alma e a garantia da existência do nosso Marília Atlético Clube, venho através desta apresentar o projeto de reforma estatutária.

OBJETIVO PRINCIPAL
Adequar o Estatuto Social do Marília Atlético Clube nos moldes da legislação atual, fazendo valer a plena existência do nosso clube do coração, prezando pelos princípios da moralidade, democracia, oportunidade e da transparência administrativa e financeira.
Observação: Será respeitado o mandato atual do presidente, bem como os compromissos contratuais assumidos até o fim de sua gestão.

ALGUNS DETALHES DO PROJETO
Além das demais situações normais que deverão constar no estatuto, o principal foco inicial será:
1. Criação mecanismo de admissão de novos sócios, cujas pessoas deverão comprovar apreciação do Marília Atlético Clube no mínimo 5 anos, onde será publicado seus integrantes no site oficial do clube;
2. Criação da taxa anual (anuidade) desses sócios (valor aproximado de R$ 1.200,00), com desconto de 10% no pagamento a vista e 5% quando pagos no vencimento em 12 parcelas;
3. Será extinto a figura de sócio-patrimonial do clube, umas vez que inexiste patrimônio, devido a desativação do clube recreativo situado no Jd. Cavalari;
4. Será dado a condição de sócio-titular a partir de seu registro. Já os sócios existentes ingressarão automaticamente mediante sua manifestão de interesse;
5. O sócio-titular conquistará a condição de sócio-vitalício quando tiver 1 (um) ano de associação e com a anuidade totalmente em dia até 2013, a partir de 2014 terá que ter 2 (dois) anos de associação para obterem essa condição. Já os sócios existentes automaticamente terão esta condição;
6. Somente o sócio-vitalício poderá votar e se candidatar na eleição para presidente do clube, nas demais eleições, todos poderão votar para formação do conselho deliberativo, fiscal, social, etc., do qual estes conselhos serão formados a partir de 2012;
7. Serão detalhados todos os direitos e deveres desses sócios, onde dentre esses direitos, terão 2 (duas) cadeiras cativas, onde poderão levar um acompanhante;
8. Inicialmente, a receita da anuidade desses sócios terão destinação exclusiva ao pagamento de salários e encargos trabalhistas e previdenciários dos empregados com cargo operacional no clube, ou seja, exceto aqueles que tem função gerencial, bem como, nas despesas de expediente geral dessa gestão de sócios, como confecção da carteira de identificação, despesas bancárias na emissão de boletos de cobrança, impressão dos registros contábeis, de cartórios, etc.;
9. Criação de uma conta-corrente bancária específica em nome do Marília Atlético Clube para gestão e cumprimento da finalidade dessas anuidades;
10. Criação de um livro-caixa contábil dessas operações financeiras, do qual serão de conhecimento de todos os sócios e haverá publicação mensal e anual do livro caixa sintético no site do clube;
11. Demais destinações dessas receitas, como pagamento de dívidas trabalhista, salário de jogador, eventos sociais, etc, serão feitas mediante aprovação de 50% + 1 do quadro atual de sócios mediante assembléia extraordinária;
12. Quanto ao projeto sócio-torcedor será criado em momento futuro e oportuno, pois depende de resultados satisfatórios dentro de campo;
13. EXCLUSIVO: Será posta cláusula onde impede de que o Marília Atlético Clube seja transformada em sociedade limitada, ilimitada, etc e de ser transferido de cidade, sendo um patrimônio de relevante interesse social da cidade de Marília.
Da minha parte, quero deixar claro que minha colaboração é restrita a este trabalho. Em que pese as últimas divergências, tive o apoio do presidente José Roberto Duarte de Maio, inclusive, de membros do Conselho Consultivo, de empresários da cidade que colaboram com o clube e um dos grandes personagens de forte representação: Luiz Antônio Duarte Ferreira.
Agradeço desde já, alguns membros da imprensa mariliense apoiando essa idéia.
Este projeto nada mais é um instrumento para um sólido futuro do nosso Marília Atlético Clube.

Abraços
Cristiano Gonçalves (Crisão)

4 comentários:

chico de assis disse...

PARABÉNS PELA INICIATIVA - ESTAMOS JUNTOS SEMPRE - MAC É MARILIA, QUE AM
AMOS MUITO

blog Marilia A.C. -- MAC -- disse...

Parabéns pela iniciativa - todos os torcedores tem que se unirem neste projeto - parabens mesmo

tenho um blog novo sobre o mac e comecei a divulga-lo agora se puder dar uma olhadinha?
http://mariliaacmac.blogspot.com/

A nação maqueana esta nessa causa

Empresário Maqueano de Marília disse...

Caro amigo Crisão;

Tenho que parabenizar pela iniciativa. Foi feliz quando afirma que o estatuto de um clube de futebol é a alma do clube. Infelizmente, em Marília, poucos tem essa visão.

Sou um empresário e amigo pessoal do Beto e ele me disse que te apoia incondicionalmente nesta iniciativa e se sente amparado pelo fato de ajudá-lo nesse trabalho. O Beto chegou a dizer: "O Crisão é um filho rebelde mas sabe ajudar no que for melhor para o MAC".

Muita coragem da sua parte abrir mão de uma representação que causaria um estrago para a instituição Marília Atlético Clube. Todo negócio vai pra frente quando tem gente motivada com salário em dia.

Nesse projeto acertou em cheio e um ato nobre da sua parte quando pensou naqueles sofridos funcionários do clube em reverter o dinheiro das anuidades no pagamento dos seus vencimentos.

Peço cuidado, Crisão! Pois em Marília existem pessoas maldosas, interesseiras, aventureiras, que se acham Deus e não são bosta nenhuma, ao redor do MAC.

Dentro do MAC se fala muito e pouco se faz. Formam rodinhas e põem a mão no bolso e ficam tagarelando e nada fazem!

O segredo do sucesso do MAC é por a mão na massa e falar o necessário. O Beto sempre foi mal assessorado, assim como foi o Cai-Cai.

Essa Júlio Esports se valeu do desespero do Beto para firmar um contrato totalmente absurdo e abusivo que ameaça falir ainda mais o MAC.

Muitos pensam que Jorge Raulli e Gerson Brejão são mocinhos na estória. Vivem mais de conversa e pouco fazem.

Já o Charles nem se fala. Mesmo fora do MAC, ainda inferniza a vida do Beto. Um sujeito sem pudor para fazer valer seus interesses.

Dentro de todos essas figuras, vimos que uns atacam os outros. Isso aí mostra o quanto são frágeis profissionalmente e moralmente.

Crisão, para chegar onde cheguei na minha vida foi muito trabalho. Suei muito a camisa.

O MAC precisa limpar toda essa sujeira que o assombra e o acerca. Acabar com falatório e trabalhar em prol do MAC.

Nós empresários temos muito interesse em ajudar o MAC, mas hoje é impossível. Os colegas da Marilan estão desanimados e estão no limite da tolerância com toda essa bagunça dentro do MAC.

Admiro os médicos que fazem parte do tal conselho ainda buscar melhorar o MAC. Aconselho você Crisão se juntar a eles que aliás, tem a mesma idade que você e são torcedores e querem o bem do MAC também.

Torço muito por vocês que estão bem intencionados. Não tenham medo de desafiar essa podridão que só denigre nosso MAC.

Abraços

Mauro disse...

Crisão,
Parabéns novamente pela iniciativa!
Está muito bom o esqueleto do Estatuto Social.
O valor da anuidade está um pouco acima das minhas possibilidades.
Poderia pensar em um valor de R$ 600, sem participar da vida social do clube, como ser eleito presidente ou de alguma outra comissão e com direito a apenas uma cadeira? Tendo em vista que o MAC está na A2 e série C.
No valor acima pode contar comigo!
Ademais concordo em genero, numero de grau.
Abraços,
Mauro